Português   English   Español

Hospitais na Venezuela sofrem com apagões e falta d’água

Além da escassez crônica de insumos, os hospitais públicos da Venezuela ainda sofrem com apagões e com os cortes no abastecimento de água.

As informações foram reveladas nesta quinta-feira (29) em estudo feito por uma ONG, informa a agência AFP.

De 40 hospitais monitorados entre 10 e 16 de novembro, 67% apresentaram “algum tipo de falha” elétrica, com média de duas horas sem serviço durante a semana, expôs o diretor da organização Médicos pela Saúde, Julio Castro.

“Depois dos apagões, 32% reportaram falhas em equipamentos de assistência vital como ventiladores mecânicos”, destacou Castro, cujo estudo abarca os maiores centros médicos do país.

Além disso, 70% destes estabelecimentos tiveram “cortes d’água” durante a semana da consulta, realizada desde 2014 diante da falta de cifras oficiais e avalizada pelo Parlamento, de maioria opositora.

Deste percentual, 8% não tiveram “nenhum abastecimento”, enquanto outros foram abastecidos com caminhões-tanque.

O hospital Universitário de Caracas, por exemplo, faz parte de um grupo de centros que passou em média de três a cinco dias sem água no período avaliado, “sem suporte alternativo”.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter