Huawei envolvida em operação de mineradora em Minas Gerais

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Precisaremos integrar enormes caminhões autônomos e equipamentos de controle remoto em um sistema de rede”, diz CEO de mineradora.

A Sul Americana de Metais (SAM) e a empresa de telecomunicações Huawei, da China, assinaram, na última quarta-feira (8), um memorando para o desenvolvimento de tecnologia de mineração não tripulada.

O acordo prevê aplicação efetiva da rede 5G na operação do Projeto Bloco 8, que prevê a extração e beneficiamento de minério de ferro no norte de Minas Gerais.

Em comunicado divulgado pela revista Forbes, o CEO da SAM, Jin Yongshi, unidade da chinesa Honbridge Holdings, disse que a mineradora busca criar um projeto “extremamente seguro e uma das soluções é a mineração não tripulada, como operação autônoma ou remota”:

“Hoje já existem caminhões e máquinas de perfuração autônoma e alguns outros equipamentos necessários para a operação de mineração podem ser controlados remotamente. Porém, precisaremos integrar enormes caminhões autônomos e equipamentos de controle remoto em um sistema de rede. Será necessário que máquinas imensas se comuniquem com o centro de comando.”

A mineradora torce que a tecnologia 5G já esteja disponível em ampla escala no Brasil quando o projeto estiver pronto para começar a produzir, em 2025.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.