Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Huawei rouba propriedade intelectual, alerta Todd Chapman

Chanceler dos EUA diz que Huawei é um ‘instrumento do governo chinês’
COMPARTILHE

“Muitos países já decidiram excluir a Huawei por questão de segurança”, diz embaixador dos EUA.

O governo dos Estados Unidos está em uma ofensiva global contra o avanço da China, a segunda maior economia do mundo, em especial na área tecnológica.

Depois de impor restrições à gigante tecnológica Huawei, como a proibição de compra de componentes fabricados por empresas americanas, os EUA pressionam seus aliados a impedir que a companhia entre em suas redes 5G.

Em conversa com O Globo, o embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, disse que a “seleção de fornecedores do 5G” pelo governo Jair Bolsonaro deve focar na “segurança nacional”:

“Muitos países já decidiram excluir a Huawei por questão de segurança, como Austrália, Japão e Inglaterra, por exemplo. E esse número é crescente porque mais pessoas estão fazendo a mesma análise, vendo o comportamento da Huawei de roubar propriedade intelectual.”

E acrescentou:

“A Inglaterra disse que vai tirar tudo da Huawei de seu sistema nos próximos anos. E isso vai custar um pouco de dinheiro, mas não tanto como as pessoas estão falando. Na Europa, para substituir todo o equipamento da Huawei em 5G serão US$ 3,5 bilhões. São US$ 7 por usuário.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários