Português   English   Español

Hungria avisa Alemanha que não receberá migrantes de volta

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A Hungria não tem capacidade e não está disposta a aceitar migrantes, mas está pronta para ajudar os imigrantes ilegais a voltar para a Grécia, disse o primeiro-ministro Viktor Orban durante encontro em Berlim.


O premiê da Hungria conversou com o ministro do Interior da Alemanha, Horst Seehofer, líder da União Social Cristã da Baviera.

Viktor Orban e Seehofer estavam de acordo que as relações entre os dois países estavam em alta. A ampla cooperação econômica entre a Hungria e a Alemanha foi expandida para cobrir também a indústria de defesa.

As duas autoridades concluíram que havia uma “enorme oportunidade” para a democracia cristã na Europa, porque “está ficando cada vez mais claro para os europeus que somente os democratas cristãos são capazes de proteger empregos, fronteiras e a identidade cultural da Europa”.

Sobre o tema da migração, Orban enfatizou que a posição da Hungria foi “direta e honesta” desde o início da crise migratória, “mesmo que seja desconfortável”.

O líder húngaro declarou:

Temos a mesma posição desde 2015: dado que a rota dos Bálcãs atravessa a Grécia, não houve um único migrante que entrou pela primeira vez na UE através da Hungria. Não queremos – nem podemos – receber ninguém, mas estamos prontos para ajudar a levar migrantes ilegais de volta à Grécia.

 

Traduzido e adaptado de Voice of Europe

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...