Milhões de húngaros participaram da consulta nacional sobre a influência de George Soros no país

De acordo com um porta-voz do governo da Hungria, 2.238.925 pessoas participaram da consulta sobre a agenda globalista de George Soros.

A consulta popular perguntou a opinião do povo húngaro sobre a política migratória da União Europeia, que consiste em trazer milhares de imigrantes ilegais para o país, e acerca da forte influência de Soros nas decisões do grupo.

De acordo com o jornal Mmagyar Idok, as questões da consulta foram as seguintes:

  1. George Soros quer que Bruxelas realoque pelo menos um milhão de imigrantes por ano no território da União Européia, inclusive na Hungria.
  2. Em parceria com autoridades em BruxelasGeorge Soros está planejando desarticular cercas nas fronteira dos Estados-Membros da UE, inclusive na Hungria, para abrir as portas para os imigrantes.
  3. Uma parte do Plano de Soros é usar Bruxelas para forçar a distribuição de imigrantes acumulados na Europa Ocidental por toda UE, com um foco especial nos países da Europa Oriental. A Hungria também deve participar disso.
  4. Com base no Plano de SorosBruxelas deve forçar todos os Estados-Membros da UE, incluindo a Hungria, a pagar aos imigrantes 9 milhões de florins em benefícios sociais.
  5. Outro objetivo de George Soros é garantir que os imigrantes recebam sentenças criminais mais leves pelos crimes que cometem.
  6. O objetivo do Plano Soros é escantear as línguas e as culturas da Europa para que a integração dos imigrantes ilegais aconteça muito mais rapidamente.
  7. Também faz parte do Plano de Soros iniciar ataques políticos contra os países que se opõem à política de imigração e puni-los severamente.

A proporção do conflito entre o bilionário George Soros e o governo da Hungria tem crescido nos últimos meses. Dias atrás, o chanceler Peter Szijjarto disse que seu país continuará bloqueando a entrada de imigrantes ilegais.

O premiê Viktor Orban já fala abertamente sobre o plano de Soros em seus discursos:

O anúncio oficial do resultado da consulta popular deve ser divulgado na sexta-feira (30).

 

Com informações de: (1)
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *