Hungria pede a Ucrânia para deixar os ‘húngaros em paz’

O chanceler da Hungria, Peter Szijjarto, pediu ao governo da Ucrânia para “deixar os húngaros em paz” e parar de violar seus direitos.

“Apoiamos a integridade territorial e a soberania da Ucrânia, porém, a sua guerra com a Rússia não pode e não deve ser uma desculpa para violar os direitos dos húngaros que vivem na Ucrânia”, assinalou o chanceler, citado pelo jornal russo Izvestiya.

Segundo o político húngaro, Budapeste e Kiev precisam de restaurar o nível de relações bilaterais anterior a setembro de 2017. Nesse ano, as autoridades ucranianas adotaram uma controversa lei sobre a educação, segundo a qual, a partir do quinto ano, o ensino das crianças de minorias étnicas deve ser realizado exclusivamente em ucraniano.

“Deixem os húngaros em paz”, concluiu Peter Szijjarto, enfatizando que não compartilha as preocupações das autoridades da Ucrânia de que haja sentimentos separatistas nos territórios habitados por pessoas de origem húngara.

 

Com informações de Sputnik Brasil
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia