Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Hungria e Polônia rejeitam política migratória da União Europeia

Polish Prime Minister Mateusz Morawiecki and Hungarian Prime Minister Viktor Orban hold a joint news conference in Budapest, Hungary January 3, 2018. REUTERS/Bernadett Szabo
COMPARTILHE

A política de migração da União Européia falhou, disse o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban, nesta quarta-feira (03/01), ao lado do líder da Polônia, que também exigiu uma maior opinião sobre o futuro do bloco.

Viktor Orban e o primeiro-ministro polaco, Mateusz Morawiecki, lideram governos conservadores sob ataque da União Europeia após rejeitar fazer parte do sistema de cota de migrantes idealizado pelo grupo globalista.

Durante entrevista coletiva em Budapeste, capital da Hungria, o premiê da Polônia declarou:

Em termos de migração e cotas impostas aos países membros da União Europeia, rejeitamos fortemente essa abordagem, que viola as decisões soberanas dos Estados membros.

O premiê húngaro acrescentou:

A política de migração da União Europeia falhou. Queremos ter uma opinião que importe, assim como os países da Europa Central têm uma visão sobre o futuro da Europa.

 

Com informações de: (1)

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE