Hungria reforça combate à ‘promoção da homossexualidade’

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Premiê húngaro quer “combater a pedofilia e proteger as crianças”.

O parlamento da Hungria anunciou mais uma medida para combate a “promoção da homossexualidade” no país europeu.

A nova regra restringe a “promoção ou difusão” de produtos que “expressem a homossexualidade” ou caracterizem “desvio de identidade quanto ao sexo de nascimento” a um raio de 200 metros de igrejas, escolas e instituições de proteção à criança.

A lei em questão já estabelecia a proibição de conteúdo publicitário pró-LGBT para menores.

Em junho, quando a legislação foi divulgada, o premiê Viktor Orbán afirmou que a proibição tem como objetivo “combater a pedofilia e proteger as crianças”.

Recentemente, após duras críticas dos burocratas da União Europeia, Orbán anunciou a realização de um referendo nacional para avaliar o apoio à medida.

No entanto, ainda não há uma data prevista para que isso aconteça.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.