Português   English   Español

Ibama proíbe extração de petróleo em região dos corais da Amazônia

Ibama emitiu uma quinta opinião final se recusando a permitir que a petrolífera francesa Total perfure perto da foz do rio Amazonas.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) disse nesta sexta-feira (7) que deu à empresa “Total” todas as oportunidades para corrigir os problemas levantados durante uma avaliação técnica e informou o grupo francês de sua decisão, motivada pelo desejo de preservar a biodiversidade na área em questão.

Segundo alguns geólogos, a região perto da foz do rio Amazonas poderia armazenar até 14 bilhões de barris de petróleo, mais do que todas as reservas comprovadas do golfo do México.

A Total e seus parceiros, a britânica British Petroleum (BP) e a brasileira Petrobras adquiriram cinco blocos de prospecção nesta bacia amazônica em 2013. A aprovação do projeto se arrastou desde a descoberta de um grande recife de corais a 28 km da área de exploração.

A ONG Greenpeace levou a campo uma ampla campanha de defesa dos corais da Amazônia, afirmando que os riscos da extração de petróleo não compensam a possibilidade de perda de tão rica diversidade natural da região.

Adaptado da fonte Terra

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter