Português   English   Español
Português   English   Español

Idoso sueco condenado por postar imagem humorística sobre o Islã

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Um sueco de 64 anos foi condenado por discurso de ódio depois de postar uma imagem humorística sobre o Islã em um grupo privado do Facebook.

O homem colocou uma legenda na foto afirmando que os muçulmanos eram “pedófilos” e “deveriam ser contidos e não ter acesso à Europa”.

A imagem satírica foi desenhada pelo cartunista Jan-Erik Ander. Ela mostra dois homens muçulmanos, com um segurando um carrinho com uma criança.

“Neto?”, pergunta um dos homens. O outro responde: “Não, esta é minha nova esposa!”

Publicação do sueco no Facebook

A piada é baseada na premissa de que o casamento infantil é rotina em muitas sociedades muçulmanas e no fato de que o profeta Maomé se casou com uma menina de 6 anos.

O idoso foi denunciado às autoridades por Näthats Examiner, uma organização financiada pelo estado que persegue pessoas anônimas que expressam “discurso de ódio” nas redes sociais.

O cidadão da Suécia alegou que ele simplesmente postou a imagem porque achou engraçado, mas mais tarde foi denunciado por publicar tanto a imagem quanto o comentário embaixo dela.

De acordo com o promotor, o senhor de 64 anos “ameaçou ou expressou discordância com um grupo de pessoas com base em raça, cor, origem nacional ou étnica ou credo” após sugerir que a pedofilia era “parte da religião do Islã ”.

O homem foi condenado e tem que pagar uma multa diária de 50 coroas suecas por dia pelos próximos 60 dias.

 

Traduzido e adaptado de Infowars

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!