Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Igreja Católica dá ultimato para Daniel Ortega na Nicarágua

COMPARTILHE

Os bispos da Nicarágua deram um ultimato ao presidente Daniel Ortega: se as negociações entre governo e oposição não apresentarem frutos dentro de um mês, a Igreja Católica abandonará o papel de mediadora da crise no país.

A repressão por parte das forças de segurança do presidente esquerdista da Nicarágua já deixou um saldo de 63 mortos em uma semana e manteve a oposição e movimentos estudantis nas ruas.

No domingo (29), milhares saíram as ruas em marcha mobilizada pela Igreja Católica.

De acordo com informações da Isto É:

“Dissemos ao presidente que, um mês depois do início do diálogo, faremos uma pausa para avaliar a vontade política de implantação dos acordos”, afirmou o arcebispo de Manágua, cardeal Leopoldo Brenes, também presidente da Conferência Episcopal da Nicarágua.

Segundo ele, se a Igreja considerar que “não estão sendo dados os passos necessários”, dirá ao povo que “não se pode seguir adiante”. A mediação dos bispos nicaraguenses foi pedida pelo próprio Ortega, após a onda de protestos que tomou conta do país por causa de um polêmico projeto de reforma previdenciária, já retirado.

Ainda não há uma data certa para o início das negociações, ou sequer uma agenda definida

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE