Igreja Católica de Cuba se opõe à ideologia comunista

Idiomas:

Português   English   Español
Igreja Católica de Cuba se opõe à ideologia comunista
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O projeto da nova Constituição de Cuba será submetido a referendo nacional em 24 de fevereiro.

Os bispos católicos de Cuba criticaram o fato de que a nova Constituição assegure que “somente no socialismo e no comunismo o ser humano alcança a sua dignidade plena”, deixando de lado outras formas de realização pessoal.

“O absoluto de tal afirmação […] exclui o exercício efetivo do direito à pluralidade de pensamento sobre o homem e o ordenamento da sociedade”, disse em comunicado divulgado pela Conferência dos Bispos.

Segundo a Igreja Católica de Cuba, no texto estão excluindo “outras visões sobre o homem, a sociedade e o universo que não assumam a ideologia marxista-leninista que, historicamente, também em nossa pátria, inspirou e sustentou o ideal comunista”.

A ditadura comunista lidera uma intensa campanha para que os cidadãos votem a favor, enquanto a tímida e perseguida oposição advoga pelo “não” nas redes sociais.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque