Português   English   Español

Igreja venezuelana classifica morte de Óscar Pérez como massacre

A Igreja Católica da Venezuela qualificou nesta quinta-feira (18/01) de “horrível massacre” a operação militar que terminou com a execução do piloto Óscar Pérez por capangas da ditadura Maduro.

Em comunicado, a Conferência Episcopal Venezuelana (CEV):

Denunciamos o massacre horrível evidenciado nas execuções extrajudiciais e mortes de civis. Há evidências que precisam ser investigadas e explicadas razoavelmente aos familiares e a toda a comunidade venezuelana

Em vídeos difundidos no Instagram no dia da sua morte, o ex-agente dizia que tanto ele, quanto seus homens estavam dispostos a se entregar. No entanto, a ditadura afirma que o grupo abriu fogo contra as autoridades.

A Igreja venezuelana exigiu “que os fatos (…) sejam investigados” e impôs “à Procuradoria-geral que zele pela entrega dos corpos aos familiares, evitando a cremação, sem autorização destes, para determinar a causa da morte”.

Soldados da Guarda Bolivariana estão impedindo acesso dos familiares ao necrotério onde se encontra o corpo de Óscar Pérez e de seus parceiros.

Com informações de: [IstoE]

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...