Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Imam é condenado por abuso sexual e recebe apoio da comunidade muçulmana

João Guilherme

João Guilherme

COMPARTILHE

Um líder religioso islâmico foi considerado culpado em três acusações por ter molestado um adolescente na mesquita em que ensinava o Alcorão. O imam de Nottinghamshire aguarda sentença.

Mohammed Rabani, de 61 anos, foi considerado culpado pela Corte de Nottingham de um abuso sexual que aconteceu entre 1990 e 1992, época em que a vítima tinha 12/13 anos, de acordo com a BBC.

A vítima só foi à polícia em 2015, mais de 20 anos depois. Após retornar à área em que morava, pediu para que os líderes da mesquita o expulsassem do cargo, mas eles apenas o retiraram do posto de pregador e permitiram que ele continuasse a ensinar o Alcorão a crianças.

Durante o julgamento, foi contado ao júri que após a vítima levar as acusações à polícia, Rabani contou que estava sendo acusado aos membros da mesquita, jogando a comunidade muçulmana contra a vítima.

“Ele decidiu sair contando a história por aí e fez questão de confirmar que a comunidade duvidasse de mim, falando coisas como ‘o que você está fazendo?’. As pessoas vinham até mim falando ‘por que está acusando ele? Sabe que não é verdade’.”

De acordo com o NottinghamshireLive, a vítima falou que, após o abuso, teve que sair da cidade. “Foi para me tirar do caminho e abrir espaço para que eles jogassem a história para baixo do tapete”.

O juiz do caso, Gregory Dickinson QC, pediu que Rabani entregasse seu passaporte inglês e disse que “a prisão era inevitável” quando a sentença saísse. O condenado foi liberado provisoriamente pelo juiz, sob as alegações de que, por ser um líder religioso, precisava resolver questões pendentes.

 

Com informações de: [BBC e Breitbart]
- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.