Implante devolve visão parcial a pacientes de retinite pigmentosa

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Coisas que não podíamos nem ver antes, agora podemos modelar”, diz pesquisador.

Uma tecnologia é capaz de devolver visão parcial às pessoas com a retinite pigmentosa, graças a implantes como o Argus II.

Pacientes com o Argus II recebem um minúsculo implante ocular atrás da retina.

Este implante é composto por uma série de eletrodos, que são ativados remotamente quando um sinal é transmitido por um par de óculos especiais equipados com uma câmera.

Os padrões de luz detectados pela câmera determinam quais células ganglionares da retina são ativadas pelos eletrodos.

Em seguida, um sinal é enviado ao cérebro que resulta na percepção de uma imagem em preto e branco composta por 60 pontos.

Para o usuário do “olho biônico”, isso resulta na percepção de uma forma alongada em vez de um ponto.

Gianluca Lazzi, professor da Universidade do Sul da Califórnia (USC), declarou:

“Nosso objetivo agora é desenvolver sistemas que realmente imitem a complexidade da retina.”

E acrescentou:

“Coisas que não podíamos nem ver antes, agora podemos modelar. Podemos imitar o comportamento dos sistemas neurais, para que possamos realmente entender porque eles fazem o que fazem.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.