Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Imprensa da França denuncia ataques dos coletes amarelos contra jornalistas

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Imprensa da França denuncia ataques dos coletes amarelos contra jornalistas

A imprensa francesa e organizações de repórteres denunciaram neste domingo (13) ataques a jornalistas por manifestantes dos “coletes amarelos” e pediram por melhor proteção após uma série de incidentes neste fim de semana.

A polícia de Paris disparou canhões de água e gás lacrimogêneo para expulsar os manifestantes do entorno do monumento Arco do Triunfo no sábado (12), no nono final de semana consecutivo de protestos contra o presidente francês Emmanuel Macron.

Jornalistas que cobrem os protestos estão se tornando cada vez mais um alvo para os manifestantes, informa a agência “Reuters“.

Na cidade de Rouen, no oeste do país, os repórteres da televisão “LCI” foram atacados por um grupo de manifestantes.

Em Paris, outro repórter da “LCI” foi empurrado para o chão enquanto os manifestantes tentavam tirar sua câmera.

Várias outras estações, incluindo a “BFM TV” e a “France Info“, mostraram neste domingo (13) imagens de repórteres sendo incomodados ou empurrados durante as marchas dos manifestantes “coletes amarelos”.

O secretário-geral dos Repórteres sem Fronteiras, Christophe Deloire, pediu às autoridades que tomassem medidas.

O ministro do Interior, Christophe Castaner, disse em seu Twitter que qualquer um que atacar os repórteres será levado à justiça.

A França tem sido abalada por protestos dos “coletes amarelos” contra as reformas de Macron desde meados de novembro, em um movimento que não tem líderes designados e não está ligado a partidos políticos ou sindicatos.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email