Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Imprensa quase trouxe ‘caos social’ ao país, diz Bolsonaro na ONU

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Bolsonaro diz que será atacado por defender o Brasil na ONU
COMPARTILHE

O presidente da República, Jair Bolsonaro, fez o discurso de abertura, nesta terça-feira (22), da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

O discurso de Bolsonaro foi exibido em vídeo, que foi gravado na semana passada.

Em razão da pandemia do coronavírus, esta é a primeira vez que o encontro será por meio virtual. 

Durante seu pronunciamento, Bolsonaro lamentou as milhares de mortes mundo afora durante a crise sanitária:

“A COVID-19 ganhou o centro de todas as atenções ao longo deste ano e, em primeiro lugar, quero lamentar cada morte ocorrida.”

O chefe do Executivo disse que sempre alertou para o risco do desemprego em meio à pandemia:

“Desde o princípio, alertei, em meu País, que tínhamos dois problemas para resolver: o vírus e o desemprego, e que ambos deveriam ser tratados simultaneamente e com a mesma responsabilidade. Por decisão judicial, todas as medidas de isolamento e restrições de liberdade foram delegadas a cada um dos 27 governadores das unidades da Federação. Ao Presidente, coube o envio de recursos e meios a todo o País.”

Bolsonaro também criticou a cobertura da imprensa nacional nos últimos meses de crise sanitária:

“Como aconteceu em grande parte do mundo, parcela da imprensa brasileira também politizou o vírus, disseminando o pânico entre a população. Sob o lema ‘fique em casa’ e ‘a economia a gente vê depois’, quase trouxeram o caos social ao país.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram