‘Inadmissível’, diz Bolsonaro sobre alta de 39% no preço do gás

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“É inadmissível se anunciar agora [...] o reajuste de 39% no gás”, diz Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, comentou, nesta quarta-feira (7), sobre o reajuste de 39% no preço do gás natural. 

“Inadmissível”, disse Bolsonaro durante a posse do novo diretor-geral brasileiro da usina Itaipu Binacional, o general da reserva João Francisco Ferreira

Em discurso, Bolsonaro enfatizou que não vai interferir na Petrobras, mas que pode “mudar essa política de preço lá”:

“Ele [Silva e Luna] sabe que é uma empresa que, mais do que transparência, precisa de previsibilidade. É inadmissível se anunciar agora, o velho presidente [Roberto Castello Branco] ainda, o reajuste de 39% no gás.” 

O chefe do Executivo completou:

“É inadmissível, que contratos são esses? Que acordos foram esses? Foram feitos pensando no Brasil num período de 3 meses? Não vou interferir, a imprensa vai dizer o contrário, mas podemos mudar essa política de preço lá.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.