Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Incêndio após rebelião deixa 68 mortos em prisão da Venezuela

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

68 pessoas morreram na quarta-feira (28) em incêndio nas celas da prisão do Comando da Polícia do Estado de Carabobo, na cidade de Valencia, no norte da Venezuela, que teria começado durante uma rebelião, em uma das maiores tragédias carcerárias do país.

Após várias horas de incerteza, o procurador-geral Tarek William Saab confirmou à meia-noite o número de vítimas e citou, como causa, um possível incêndio.

Saab não informou como o incêndio teve início, mas a ONG Uma Janela à Liberdade – que defende os direitos dos presos – afirma que tudo começou durante uma rebelião.

“Diante dos terríveis fatos ocorridos no Comando da Polícia do Estado de Carabobo, onde um suposto incêndio matou 68 pessoas, designamos quatro procuradores (…) para esclarecer estes dramáticos fatos”, anunciou Tarek William Saab no Twitter.

“As indagações preliminares indicam o falecimento de 66 homens e de duas mulheres que se encontravam na qualidade de visitantes”, revelou Tarek William Saab.

O procurador-geral afirmou que o Ministério Público “aprofundará” as investigações “para esclarecer de forma imediata estes dolorosos acontecimentos que enlutaram dezenas de famílias, assim como estabelecer as responsabilidades”.

O incidente ocorreu na manhã de quarta-feira (28), durante uma tentativa de fuga da prisão, quando os detentos teriam ateado fogo aos colchões e tomado a arma de um agente, segundo a ONG Uma Janela à Liberdade.

 

Com informações de: [IstoE]
- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.