Português   English   Español
Português   English   Español

Índia aprova pena de morte para estupradores de menores

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

A câmara baixa do parlamento da Índia aprovou nesta segunda-feira (30) uma emenda à Lei de Crimes, que prevê a aplicação da pena de morte para os estupradores de menores de 12 anos.

Se for aprovada na câmara alta do parlamento, a lei substituirá um decreto executivo semelhante promulgado pelo governo da Índia em abril, em meio à comoção causada pelo sequestro, tortura, estupro e assassinato de uma menina de oito anos no norte do país.

A lei aumenta a pena mínima para o crime de estupro, que passa de sete para dez anos para os casos envolvendo mulheres adultas e de dez para 20 anos na violência sexual cometida contra menores de 16 anos.

Quanto ao estupro em grupo, a pena será sempre de prisão perpétua para os casos em que a vítima seja menor de 16 anos, uma condenação que poderia chegar à pena capital se a menina tiver menos de 12 anos.

De acordo com dados da Agência Nacional de Registro de Crimes da Índia, o número de delitos contra crianças dobrou entre 2013 e 2016, passando de 58.224 para 106.958 e, dos 38.947 estupros ocorridos no país em 2016, em 19.765 dos casos as vítimas eram menores de idade.

 

Adaptado da fonte EFE

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email:

Fique tranquilo(a), assim como você também odiamos spam, você poderá sair quando quiser :)

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Nunca mais seja massa de manobra. Assine!