- PUBLICIDADE -

Índia estuda retaliação econômica contra a China

Índia confirma 20 soldados mortos em combate com a China

- PUBLICIDADE -

Índia busca proteger a segurança, a integridade e a confiabilidade do sistema e da rede elétrica.

As empresas da Índia vão precisar de permissão do governo para importar equipamentos e componentes de suprimento de energia da China.

A decisão foi tomada pelo Ministério da Energia em meio às crescentes tensões militares entre as duas nações asiáticas.

O governo do premiê Narendra Modi disse que a Índia inspecionará todas as importações ligadas ao fornecimento de eletricidade para ver se elas representam ameaça cibernética.

Segundo o portal Terra, o ministro do poder, R.K. Singh, declarou:

“Isso é algo que não podemos tolerar, temos um país que transgride e mata nossos soldados e, no entanto, estamos criando empregos lá.”

A iniciativa do governo indiano é um impulso para empresas indianas, que pressionam há muito tempo contra o envolvimento chinês no setor de energia.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -