Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Indígenas vão à Europa criticar Bolsonaro com apoio de ONGs

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Indígenas vão à Europa criticar Bolsonaro com apoio de ONGs

Intitulada “Sangue indígena: nem uma gota a mais”, a campanha tem como objetivo pressionar o governo Bolsonaro.

Um grupo de líderes indígenas visitará 12 nações da Europa entre os dias 17 de outubro e 20 de novembro.

Com apoio da ONG Greenpeace, os indígenas vão denunciar supostas “violações dos direitos” das populações nativas no Brasil praticadas pelo governo Jair Bolsonaro.

A ONG afirmou que o roteiro terá início no Vaticano, com a presença dos índios no Sínodo da Amazônia, inaugurado pelo Papa Francisco no dia 6 de outubro.   

Após o Vaticano, segundo a agência ANSA, a delegação passará por Turim e Bolonha, na Itália, Berlim e Munique, na Alemanha, Estocolmo (Suécia), Oslo (Noruega), Amsterdã (Países Baixos), Bruxelas (Bélgica), Genebra e Berna, na Suíça, Paris (França), Porto (Portugal) e Londres (Reino Unido).   

A viagem terminará na Espanha, com compromissos em Madri, Barcelona e Valência.

A missão será liderada pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) em colaboração com outras organizações da sociedade civil.   

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email