Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Índios facilitam entrada de ajuda humanitária na Venezuela

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Índios facilitam entrada de ajuda humanitária na Venezuela

O embate em torno das ajudas humanitárias internacionais segue movimentando a crise política na Venezuela.

O presidente interino Juan Guaidó fixou o dia 23 de fevereiro como a data limite para início da operação de coleta de alimentos e medicamentos nas fronteiras da Venezuela.

Enquanto isso, a ditadura de Nicolás Maduro segue reforçando os bloqueios fronteiriços, alegando que o objetivo das ajudas é abrir caminho a uma intervenção militar.

Apesar do imbróglio, indígenas da Amazônia encontraram uma maneira de furar os bloqueios de Maduro, facilitando a entrada de itens de primeira necessidade pelos rios Negro, Orinoco e Atabapo.

“Deixem os alimentos e remédios na fronteira, que nós os faremos chegar a nossos irmãos indígenas que mais precisam”, disse no Twitter Liborio Guarulla, ex-governador do estado venezuelano de Amazonas e membro da etnia baniwa.

“Não morreremos por causa de um governo que nos nega comida, medicamentos e combustível”, acrescentou ele, segundo a ISTOÉ.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email