Português   English   Español
Português   English   Español

Índios facilitam entrada de ajuda humanitária na Venezuela

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Índios facilitam entrada de ajuda humanitária na Venezuela

O embate em torno das ajudas humanitárias internacionais segue movimentando a crise política na Venezuela.

O presidente interino Juan Guaidó fixou o dia 23 de fevereiro como a data limite para início da operação de coleta de alimentos e medicamentos nas fronteiras da Venezuela.

Enquanto isso, a ditadura de Nicolás Maduro segue reforçando os bloqueios fronteiriços, alegando que o objetivo das ajudas é abrir caminho a uma intervenção militar.

Apesar do imbróglio, indígenas da Amazônia encontraram uma maneira de furar os bloqueios de Maduro, facilitando a entrada de itens de primeira necessidade pelos rios Negro, Orinoco e Atabapo.

“Deixem os alimentos e remédios na fronteira, que nós os faremos chegar a nossos irmãos indígenas que mais precisam”, disse no Twitter Liborio Guarulla, ex-governador do estado venezuelano de Amazonas e membro da etnia baniwa.

“Não morreremos por causa de um governo que nos nega comida, medicamentos e combustível”, acrescentou ele, segundo a ISTOÉ.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Veja também_

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email:

Fique tranquilo(a), assim como você também odiamos spam, você poderá sair quando quiser :)

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Nunca mais seja massa de manobra. Assine!