PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Influenciadores digitais seguem presos pela ditadura de Cuba

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“É uma expressão do terrorismo da mídia”, diz ditador cubano.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Não resta dúvidas de que a internet é a principal responsável pelos protestos inéditos registrados em Cuba nos últimos dias.

A chegada da rede 3G, em 2018, à ilha controlada pela ditadura de Miguel Díaz-Canel criou uma geração de cubanos que se tornaram influenciadores digitais.

Estes influenciadores são responsáveis por exteriorizar a insatisfação do povo cubano com o regime comunista.

E, por esse motivo, eles passaram a ser atacados pelos membros da ditadura.

A maneira como usam as redes sociais é venenosa e alienante. É uma expressão do terrorismo da mídia”, disse, na última quarta-feira (14), o ditador cubano.

Segundo familiares e ativistas, entre os influenciadores que seguem detidos após os protestos recentes estão:

  • Ariel Falcón, do twitter @YoUsoMiNasobuco;
  • Liam, do instagram @soy_liam;
  • Enrique Alonso, do canal no youtube “Talento Urbano The Show”.

Em entrevista ao jornal Folha, a youtuber Ruhama Fernández, 22 anos, explicou a situação:

“Os influencers que fizeram os cubanos saírem às ruas foram a fome, a miséria, a falta de medicamentos, a ditadura. Nós não temos culpa, apenas mostramos a realidade.”

Ela acrescentou:

“Fora da ilha há muitos cubanos que fazem conteúdo frontal contra o regime. Aqui dentro é mais complicado. Eu faço isso desde o começo do meu canal e passei por muitos inconvenientes: repressão, perseguição a mim, a meus amigos e à minha família.”

Dias atrás, como você viu aqui na Renova, a youtuber Dina Stars foi presa em casa pelo regime durante uma entrevista ao vivo a um canal da Espanha.

Horas depois, ela foi liberada. Após voltar ao lar, a youtuber lamentou a ação do regime:

 “Cheguei em casa depois de passar 24 horas em um calabouço como se eu fosse criminosa. Sim, me trataram bem, mas de qualquer forma é uma noite que não desejo a ninguém.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.