Português   English   Español

Inglaterra acusa espiões da Rússia por ciberataques globais

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Inglaterra acusou a Rússia de realizar uma campanha de “ciberataques indiscriminados e imprudentes” contra instituições políticas, empresas, meios de comunicação e entidades esportivas em vários países.

O ministro britânico das Relações Exteriores, Jeremy Hunt, afirmou:

Este padrão de comportamento revela seu desejo de operar sem levar em conta o direito internacional ou as normas estabelecidas, e fazê-lo com um sentimento de impunidade e sem consequências.

Segundo o governo britânico, seu Centro Nacional de Cibersegurança (NCSC) determinou que um número de pessoas conhecidas por ter realizado vários ciberataques no mundo todo são membros do Serviço de Inteligência militar russo (GRU).

O comunicado do Reino Unido afirmou:

Esta campanha do GRU demonstra que está trabalhando em sigilo para minar o direito internacional e as instituições internacionais.

Esses ataques “afetaram cidadãos em um grande número de países, incluindo a Rússia, e custaram milhões às economias locais”, acrescentou.

O chanceler britânico assegurou que seu governo, junto com seus aliados, está determinado a expor e responder às supostas ações dos serviços de inteligência militar russos contra a estabilidade internacional.

 

Adaptado da fonte AFP

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...