Inglaterra ameaça desistir da Copa se Rússia tiver envenenado ex-espião

A Inglaterra advertiu nesta terça-feira (06) que irá reconsiderar sua participação na Copa do Mundo da Rússia deste ano se for provado que Moscou está por trás do misterioso envenenamento de um espião russo no sul do país.

O secretário de Relações Exteriores britânico, Boris Johnson, declarou no Parlamento:

Não estou apontando culpados, mas digo aos governos de todo o mundo que nenhuma tentativa para matar um inocente em território britânico ficará sem sanção ou sem castigo.

Ele acrescentou:

Pensando na Copa do Mundo… neste verão, acho que seria muito difícil imaginar que a representação do Reino Unido nesse evento possa prosseguir da maneira normal.

O ex-espião foi encontrado no domingo (04) praticamente inconsciente ao lado da filha, de 33 anos, em um banco próximo a um shopping de Salisbury, a cidade do sul da Inglaterra em que mora.

“Não tinham ferimentos visíveis e foram levados para o hospital do distrito de Salisbury. Estão sendo tratados por exposição a uma substância desconhecida”, afirmou a polícia do condado de Wiltshire.

Um dos funcionários da emergência que atendeu as vítimas também foi internado e está em observação.

A polícia isolou um restaurante italiano e um pub próximos ao shopping.

 

Com informações de: [EM]
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *