Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Inquérito contra Lula por chamar Bolsonaro de miliciano é arquivado

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Lula e PT tramam pedido de impeachment de Bolsonaro
Imagem: Marcos Correia/PR - Carl de Souza/AFP

“É razoável retirar a liberdade de um indivíduo quando este, por sua conduta, atinge a honra de alguém?”, questionou juiz.

A Justiça acolheu¹ pedido do Ministério Público Federal (MPF) que propôs o arquivamento do inquérito contra o ex-presidente Lula da Silva com base na Lei de Segurança Nacional.

Lula foi acusado pelo ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, por crime contra a honra do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Em um discurso, o líder do Partido dos Trabalhadores (PT) disse² que não era possível que o Brasil tivesse “o desprazer de ter no governo um miliciano”, responsável pela violência “do povo pobre” e “pela morte da [ex-vereadora] Marielle”.

Na decisão³ que acatou pedido do MPF, o juiz federal da 15º Vara Criminal do DF, Francisco Codevila, escreveu que Bolsonaro não foi lesado ou exposto a qualquer tipo de lesão com a manifestação de Lula, “a despeito de serem profundamente desrespeitosas”.

“É razoável retirar a liberdade de um indivíduo quando este, por sua conduta, atinge a honra de alguém? É evidente que não”, ponderou o magistrado na decisão.

Referências: [1][2][3]

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias