Inquérito de Geraldo Alckmin para lá e para cá

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O Ministério Público Eleitoral não se entende internamente sobre qual deve ser a instância adequada para tocar o inquérito que investiga se Geraldo Alckmin, pré-candidato do PSDB à Presidência, recebeu recursos ilegais da Odebrecht.

O inquérito que investiga o ex-governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB) por receber R$ 10,3 milhões da empreiteira Odebrecht nas campanhas de 2010 e 2014 deve mudar de ‘instância’ pela sexta vez em três meses.

Procuradores eleitorais promovem uma gangorra com o inquérito, ora opinando que ele deve ficar na primeira, ora na segunda instância da Justiça Eleitoral. Um juiz do TRE terá de arbitrar o impasse.

Na prática, isso significa que o inquérito está parado, sem novas investigações desde que deixou o STJ quando Alckmin perdeu o foro.

 

Com informações do BR18

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.