Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Inquérito do STF mira ‘vaquinha’ para grupo ‘300 do Brasil’

Inquérito do STF mira 'vaquinha' para grupo '300 do Brasil'
COMPARTILHE

Inquérito do STF mira campanha de financiamento coletivo que arrecadou R$ 80 mil para o grupo “300 do Brasil”.

Em decisão tornada pública na noite de segunda-feira (22), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, pediu que fosse identificado “o nome da pessoa beneficiada do financiamento coletivo no site Vakinha” para o grupo pró-Bolsonaro “300 do Brasil”.

Liderado pela ativista Sara Winter, o grupo está na mira do STF no inquérito que apura a organização e financiamento dos supostos “atos antidemocráticos”.

A arrecadação foi tirada do ar pelo site Vakinha no último dia 27 de maio, após a prisão de Winter. 

“Ainda sobre o caso dos 300 do Brasil, nosso jurídico concluiu uma nova análise, facilitada pelos eventos recentes, e recomendou a retirada da vaquinha”, escreveu a empresa de financiamento coletivo em mensagem no Twitter.

A manifestação da Vakinha, no entanto, não deixou claro se o dinheiro arrecadado foi devolvido aos usuários. 

Referências: [1]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE