Português   English   Español

Inquérito que investiga plantonista Favreto chega ao STF

O inquérito que investiga o desembargador Rogério Favreto saiu do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para o Supremo Tribunal Federal (STF).

A procuradora-geral da República (PGR), Raquel Dodge, determinou a abertura do inquérito em julho por entender que o magistrado agiu fora de sua competência ao conceder liminar em habeas corpus ao presidiário Lula, segundo informações do Estadão.

“Como há no caso a suspeita de que Favreto tenha participado de ‘ato orquestrado’ envolvendo parlamentares petistas, a relatora do caso no STJ, Maria Thereza de Assis Moura, decidiu mandar o inquérito para o Supremo”, informa O Antagonista.

Plantonista do TRF-4 no dia 8 de julho, Favreto expediu duas decisões que mandavam soltar Lula e que foram posteriormente derrubadas pelo presidente da Corte, Thompson Flores, e pelo relator da Lava Jato, João Pedro Gebran Neto.

O inquérito também apura a participação dos deputados petistas Wadih Damous, Paulo Pimenta e Paulo Teixeira, que, por serem parlamentares, devem responder a supostos delitos perante o Supremo. A comissão de Ética da Câmara também investiga o comportamento dos deputados, conforme noticiou a Renova Mídia.

O processo tramita em segredo de justiça e tem como relator o ministro Luís Roberto Barroso, completa o jornal Estadão.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter