Integrante do PSOL tumultua diplomação de eleitos em SP

Idiomas:

Português   English   Español
Integrante do PSOL tumultua diplomação de eleitos em SP
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O governador eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), o vice, Rodrigo Garcia (DEM), deputados estaduais e federais e senadores eleitos no estado foram diplomados nesta terça-feira (18).


A cerimônia, que foi realizada na Sala São Paulo, no Centro da capital paulista, chegou a ser interrompida por cerca de 20 minutos após uma confusão entre os parlamentares eleitos.

Jesus dos Santos, integrante da bancada coletiva encabeçada pela deputada estadual eleita Mônica Seixas, do PSOL, subiu no palco no momento da diplomação e foi impedido por seguranças. Ele queria participar da foto com o documento.

“Militantes do PSOL fazem confusão na diplomação dos deputados de São Paulo”, disse o deputado eleito Eduardo Bolsonaro em vídeo publicado no seu perfil oficial no Twitter.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

A cerimônia ficou paralisada por 20 minutos. Policiais militares, jornalistas e demais participantes subiram ao palco. O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Carlos Eduardo Caduro Padin, pediu para todos se sentarem, mas demorou para ser atendido.

A deputada psolista eleita Monica disse que já havia um acordo prévio com o TRE para que a chapa coletiva recebesse o diploma com os nove integrantes juntos no palco. Jesus dos Santos, segundo a deputada eleita, teria sido o único barrado por um dos seguranças e pelo deputado Alexandre Frota, do PSL.

Jesus disse que houve “racismo” ao impedirem de subir no palco, e que Frota deu uma joelhada nele e o intimidou, registra o “G1“.

Pelo Twitter, Frota compartilhou uma matéria da “Folha” e falou sobre a confusão no evento.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...