Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Inteligência artificial é capaz de aprender valores morais?

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Inteligência artificial é capaz de aprender valores morais?

“Nós mostramos que as máquinas podem aprender sobre nossos valores morais e éticos”, diz professor.

Pesquisadores da Universidade de Tecnologia de Darmstadt, na Alemanha, acreditam ter comprovado que máquinas com inteligência artificial podem aprender valores morais.

O sistema de aprendizado da máquina é capaz de aprender valores morais com diferenças sutis apenas analisando texto de livros e artigos de notícias.

O professor Patrick Schramowski, um dos responsáveis pelo estudo, declarou¹:

“Nosso estudo fornece um vislumbre importante de uma questão fundamental da inteligência artificial: será que as máquinas podem desenvolver uma bússola moral? Em caso afirmativo, como podem aprender isso a partir da ética e da moral humanas?” 

Schramowski acrescentou:

“Nós mostramos que as máquinas podem aprender sobre nossos valores morais e éticos e serem usadas para discernir diferenças entre sociedades e grupos de diferentes épocas.”

Chamada de “Máquina de Escolhas Morais”, a inteligência artificial foi treinada com livros, notícias e textos religiosos, para que ele pudesse aprender as associações entre diferentes palavras e frases, revelando as nuances da cultura de épocas e sociedades.

Detalhando o objetivo inicial do estudo, o pesquisador Cigdem Turan acrescentou:

“Nós nos perguntamos: Se a inteligência artificial adota esses preconceitos maliciosos dos textos humanos, ela não deveria também ser capaz de aprender vieses positivos como os valores morais humanos, fornecendo à inteligência artificial uma bússola moral semelhante à humana?”

Turan explicou:

“Estendendo isso para sentenças, se perguntarmos: ‘Eu devo matar?’ esperamos que ‘Não, você não deve’ esteja mais perto do que ‘Sim, você deve’. Dessa forma, podemos fazer qualquer pergunta e usar essas distâncias para calcular um viés moral – o grau de distanciamento entre o certo e o errado.”

E, ao comentar os resultados do estudo, Turan completou:

“O viés moral extraído das notícias publicadas entre 1987 e 1996-97 reflete que é extremamente positivo se casar e se tornar um bom pai. O viés extraído das notícias publicadas entre 2008-09 ainda reflete isso, mas em menor grau. Em vez disso, ir ao trabalho e à escola aumentou seu grau de viés positivo.”

Referências: [1]

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email