Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Internação em hospitais de campanha em São Paulo desaba

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Internação em hospitais de campanha em São Paulo desaba
Imagem: FABIO MOTTA / Agência O Globo

Os hospitais de campanha foram criados para aliviar a rede municipal durante o pico da pandemia.

Os hospitais de campanha da gestão do prefeito Bruno Covas (PSDB) operavam, nesta quinta-feira (25), com cerca de 20% de sua capacidade. 

Criadas pela prefeitura de São Paulo, as duas estruturas tem capacidade para receber 1.071 doentes, mas ontem tinham apenas 233.

Com 15 internados e espaço para 200, o hospital de campanha do Pacaembu deve ser fechado na próxima semana. A informação não foi confirmada, no entanto, pela prefeitura. 

O complexo do Anhembi, entretanto, deve continuar funcionando por mais tempo para estar à disposição em caso de possível aumento dos casos.

Os hospitais de campanha começaram a funcionar em abril e, desde então, atenderam 4.698 pacientes, dos quais 3.771 tiveram alta.

Referências: [1]

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email