PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Internet brasileira volta a se posicionar contra decisão do STF

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

A decisão prejudicial à Lava Jato, que foi tomada pelos ministros do STF nesta quinta-feira (14), continua repercutindo negativamente nas redes sociais.

Por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta quinta-feira (14), que crimes como corrupção e lavagem de dinheiro, quando investigados junto com caixa dois, devem ser processados na Justiça Eleitoral.

O resultado é visto como catastrófico pela Força-Tarefa da Operação Lava Jato. Segundo o procurador Deltan Dallagnol, a decisão começa “fechar a janela de combate à corrupção política”.

Ainda na noite de ontem, indignados com o resultado do julgamento no Supremo, internautas colocaram a tag #UmCaboUmSoldado no topo do Twitter por várias horas, como você viu na RENOVA.

Já nesta sexta-feira (15), mais uma hashtag com críticas ao STF viralizou na rede social. Desta vez, o tópico #STFNaoVaiNosCalar está entre os assuntos mais comentados do Twitter.

A tag é uma resposta à abertura de inquérito anunciada pelo presidente do Supremo, Dias Toffoli, antes do fatídico julgamento de ontem.

Toffoli ordenou a apuração de fake news e calúnias supostamente propagadas na internet contra ministros da Corte. Segundo ele, o inquérito é uma forma de zelar pela “honorabilidade e segurança” dos colegas, bem como de seus familiares.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.