- PUBLICIDADE -

Investidor bilionário acusa Google de colaborar com militares da China

Investidor bilionário acusa Google de colaborar com militares da China
- PUBLICIDADE -

O pedido foi feito durante palestra na Conferência Nacional do Conservadorismo. Evento foi realizado no último domingo (14).

Peter Thiel, investidor bilionário e membro da diretoria do Facebook, sugeriu que o Google seja investigado pelo governo por estar, supostamente, colaborando com militares da China.

Segundo o site Olhar Digital, o discurso de Thiel na Conferência Nacional do Conservadorismo foi focado em “três perguntas que devem ser feitas” ao Google:

“Número um, quantas agências de inteligência estrangeiras se infiltraram no seu Projeto Manhattan para Inteligência Artificial?”

“Número dois, a administração sênior do Google considera-se completamente infiltrada pela inteligência chinesa?”

“Número três, é porque eles se consideram tão completamente infiltrados que se engajaram na decisão aparentemente traidora de trabalhar com os militares chineses e não com os militares dos EUA… porque eles estão se tornando o tipo mal e racional a curto prazo que, se a tecnologia não sai pela porta da frente, ela é roubada por trás de qualquer maneira?”

O bilionário também acrescentou que essas perguntas “precisam ser feitas pelo FBI e pela CIA, e eu não tenho certeza de como colocar isso: eu gostaria que elas fossem feitas de uma maneira não excessivamente gentil”.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -