Português   English   Español

Investidores fogem do México e abraçam o Brasil de Bolsonaro

Enquanto governantes com forte apelo popular tomam posse nas duas maiores economias da América Latina, o viés ideológico dos novos presidentes levam dinheiro a sair do México e entrar no Brasil.

Os investidores adicionaram US$ 367 milhões aos fundos negociados na bolsa dos Estados Unidos que acompanham ações e bônus brasileiros na semana passada, o maior fluxo de entrada desde maio de 2017, segundo dados compilados pela Bloomberg.

O único país do mercado emergente a registrar saídas de dinheiro durante esse período foi o México, com US$ 214 milhões retirados dos ativos do país.

Os ativos mexicanos tiveram um desempenho abaixo do esperado desde que o novo presidente esquerdista López Obrador cancelou um projeto de US$ 13 bilhões parcialmente construído e anunciou propostas para cortar as taxas bancárias.

Entretanto, López Obrador pode não ser o único fator complicando a vida dos ativos mexicanos.

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, está crescendo em relação aos investidores internacionais, em meio a planos de vender empresas estatais, reformar o sistema previdenciário e reduzir o déficit fiscal, potencialmente atraindo fundos de outros mercados emergentes.

 

Adaptado da fonte Bloomberg

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter