Investidores querem Alckmin, aceitam Bolsonaro e temem Ciro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

No levantamento da XP Investimentos divulgado nesta quinta-feira (7), os investidores institucionais se mostram especialmente apreensivos com o pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes; mais até do que com Fernando Haddad, em relação ao dólar.

Entre os últimos dias 4 e 5, a XP fez um levantamento com a opinião de 204 investidores institucionais sobre a disputa pela presidência do Brasil em 2018.

No caso de Geraldo Alckmin (PSDB), a sondagem da XP mostra os investidores acreditam que o tucano seria o melhor para assumir o Planalto.

Para 30% deles, a Bolsa ultrapassaria os 100 mil pontos no caso de Alckmin ser eleito; 50% acreditam que o dólar ficaria entre 3,20 e 3,40 reais.

Já no caso do pré-candidato Jair Bolsonaro (PSL), os investidores não receiam a eleição do militar.

Apenas 15% deles acham que a Bolsa recuaria para menos de 65 mil pontos; 49% acham que o Ibovespa avançaria e 21% acham que o índice permaneceria estável.

Em relação ao dólar, 33% acham que a moeda americana passaria dos 4 reais.

Mas, no que diz respeito ao coronel Ciro Gomes (PDT), os investidores mostram apreensão:

Para 56% deles, a Bolsa recuaria para menos de 65 mil pontos (51%, no caso de Haddad); para 80%, a cotação do dólar ultrapassaria os 4 reais (69%, no caso de Haddad).

 

Com informações de [1,2,3]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.