Português   English   Español

Investidores querem Alckmin, aceitam Bolsonaro e temem Ciro

No levantamento da XP Investimentos divulgado nesta quinta-feira (7), os investidores institucionais se mostram especialmente apreensivos com o pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes; mais até do que com Fernando Haddad, em relação ao dólar.

Entre os últimos dias 4 e 5, a XP fez um levantamento com a opinião de 204 investidores institucionais sobre a disputa pela presidência do Brasil em 2018.

No caso de Geraldo Alckmin (PSDB), a sondagem da XP mostra os investidores acreditam que o tucano seria o melhor para assumir o Planalto.

Para 30% deles, a Bolsa ultrapassaria os 100 mil pontos no caso de Alckmin ser eleito; 50% acreditam que o dólar ficaria entre 3,20 e 3,40 reais.

Já no caso do pré-candidato Jair Bolsonaro (PSL), os investidores não receiam a eleição do militar.

Apenas 15% deles acham que a Bolsa recuaria para menos de 65 mil pontos; 49% acham que o Ibovespa avançaria e 21% acham que o índice permaneceria estável.

Em relação ao dólar, 33% acham que a moeda americana passaria dos 4 reais.

Mas, no que diz respeito ao coronel Ciro Gomes (PDT), os investidores mostram apreensão:

Para 56% deles, a Bolsa recuaria para menos de 65 mil pontos (51%, no caso de Haddad); para 80%, a cotação do dólar ultrapassaria os 4 reais (69%, no caso de Haddad).

 

Com informações de [1,2,3]

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter