Português   English   Español
Português   English   Español

Investigação federal nos EUA mira conteúdo para crianças no YouTube

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Processo pode levar a mudanças estruturais na plataforma de vídeos, a fim de proteger as crianças de práticas predatórias.

Os problemas do YouTube com conteúdo que envolve crianças chegaram ao governo federal dos Estados Unidos.

De acordo com um novo relatório do jornal Washington Post, a Comissão Federal do Comércio estaria investigando as práticas de coleta de dados do YouTube e as falhas na proteção das crianças.

Já em fase avançada, a investigação foi instaurada após reclamações de grupos de consumidores e defensores da privacidade.

Alguns políticos já comentam sobre a investigação. O senador Edward Markey, por exemplo, declarou que um estudo sobre “o tratamento do YouTube com crianças na rede está em atraso”, em um comunicado nesta quarta-feira (19), acrescentando que “a empresa ainda precisa tomar as medidas necessárias para proteger seus usuários mais jovens”.

Os executivos do YouTube são muito pressionados por legisladores, críticos e até mesmo alguns dos seus funcionários para dar um fim à recomendação de vídeos que contenham crianças.

Um porta-voz do YouTube disse ao The New York Times no início deste mês que isso poderia afetar os criadores de conteúdo.

Por fim, segundo o site Olhar Digital, a plataforma removeu “recomendações de vídeos que, de acordo com o YouTube, colocam crianças em risco”, segundo o Times.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...