Irã confirma ter disparado 2 mísseis contra avião da Ucrânia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Entre as 176 vítimas da derrubada do avião ucraniano, a maioria era do Irã e do Canadá.

O regime islâmico do Irã confirmou, nesta terça-feira (21), ter disparado dois mísseis contra o avião da Ucrânia que foi abatido no início do mês nos arredores do aeroporto de Teerã

Esta foi a primeira vez que o regime admitiu que mais de um míssil foi lançado contra o Boeing da Ukraine International Airlines, matando as 176 pessoas a bordo.

Em relatório elaborado pela Organização da Aviação Civil do Irã, os investigadores admitiram que dois mísseis Tor-M1 foram disparados contra o avião, informa a agência ANSA.

As autoridades do Irã também pediram ajuda aos Estados Unidos e a França para decodificar o conteúdo das caixas pretas do avião.

Apesar de inicialmente ter negado, Teerã reconheceu que o abatimento do avião ucraniano foi ocasionado por um “erro humano”. O caso provocou diversos protestos no país asiático desde então.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.