Português   English   Español

Irã diz que Israel vai se “arrepender” se atacar a Síria novamente

O secretário do Supremo Conselho de Segurança Nacional do Irã, Ali Shamkhani, disse que Israel se arrependerá se continuar a atacar o Exército da Síria e seus aliados.

O regime islâmico do Irã e a Rússia vêm apoiando o presidente sírio, Bashar al-Assad, em sua guerra de sete anos contra facções jihadistas.

Mas Israel, cada vez mais temeroso de que o inimigo Irã estabeleça uma presença militar de longo prazo no país vizinho, diz ter realizado mais de 200 ataques contra alvos iranianos na Síria nos últimos dois anos.

“O regime sionista vem tentando estabelecer uma crise na Síria e adotou medidas para apoiar diretamente grupos terroristas e visar o Exército sírio e forças que estão confrontando o terrorismo”, disse Shamkhani nesta quinta-feira, de acordo com a agência de notícias semioficial Tasnim.

“E, se continuar, enfrentará reações que o farão se arrepender”. Ele não especificou o que isso pode significar.

Nesta quinta-feira (27), o premiê de Israel, Benjamin Netanyahu, acusou o regime do Irã de esconder um grande arsenal atômico e prometeu continuar evitando o fortalecimento do seu arqui-inimigo na Síria.

Adaptado da fonte Reuters

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter