Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Irã impõe condições irreais para iniciar diálogo com os EUA

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Irã disposto a negociar com EUA se as sanções forem retiradas

“Se eles removerem as sanções, encerrarem a pressão econômica e voltarem ao acordo, estaremos prontos para conversar”, disse o Irã sobre os EUA.

O líder do regime islâmico do Irã, Hassan Rohani, afirmou que seu país está pronto para voltar a negociar com os Estados Unidos.

No entanto, Teerã impõe condições que muito provavelmente serão ignoradas pelo governo Donald Trump: a retirada das pesadas sanções econômicas e o retorno ao acordo nuclear de 2015.

Em declaração nesta segunda-feira (15), segundo a agência EBC, Rohani declarou:

“Sempre acreditamos em conversações. Se eles removerem as sanções, encerrarem a pressão econômica e voltarem ao acordo, estaremos prontos para conversar com a América hoje, agora e em qualquer lugar, contanto que encerrem as intimidações e punições.”

As tensões entre Washington e Teerã vêm se acirrando. Na semana passada, a agência atômica da ONU confirmou que a República Islâmica voltou a enriquecer urânio acima dos níveis estabelecidos pelo acordo nuclear de 2015, após a reimposição de pesadas sanções americanas contra o país.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email