Iraque tinha 1,5 milhão de cristãos em 2003, hoje o número caiu para 300 mil

Idiomas:

Português   English   Español
An Iraqi Christian holds a cross during a mass at the Saint-Joseph church in Arbil, the capital of the autonomous Kurdish region of northern Iraq, on July 20, 2014. Hundreds of Christian families fled their homes in Mosul on July 20, 2014 as a jihadist ultimatum threatening their community's centuries-old presence in the northern Iraqi city expired. AFP PHOTO / SAFIN HAMEDSAFIN HAMED/AFP/Getty Images (Newscom TagID: afplivefive966664.jpg) [Photo via Newscom]
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Os números foram disponibilizados por Stephen Rasche, membro da Igreja Católica e presidente do Comitê de Reconstrução do Iraque. Segundo ele, algumas fontes falam sobre apenas 175 mil cristãos vivendo no país.


Embora a vida dos cristãos no Iraque tenha se estabilizado desde a vitória contra o Estado islâmico, a quantidade de fiéis no país sofreu um baque difícil de ser revertido.

Alvos de intensa perseguição por extremistas islâmicos, grande parte dos cristãos vivendo no país tiveram que fugir para não se tornar estatísticas nas mãos dos jihadistas do ISIS.

As cidades majoritariamente cristãs no país sofreram uma intensa destruição e precisam de apoio internacional para serem reconstruídas.

Além do medo da perseguição, a falta de um lar é um dos fatores principais impedindo que a comunidade cristã retorne ao país.

Com informações de: (1)

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...