- PUBLICIDADE -

Irlanda também sacrificará seus visons após mutação do coronavírus

Irlanda também sacrificará seus visons após mutação do coronavírus

Até agora, a Irlanda não detectou nenhum caso desta mutação encontra em visons.

- PUBLICIDADE -

O governo da Irlanda anunciou, nesta quinta-feira (19), que sacrificará os visons do país por medo de que sejam portadores de uma mutação do coronavírus transmissível aos humanos. 

A mutação em questão foi detectada na Dinamarca nesses pequenos mamíferos criados em fazendas pelas suas peles. 

Em um comunicado, o ministério da Agricultura afirmou que “continuar com a criação do vison representa um risco contínuo de que surjam novas variações” do vírus ligadas a este animal. 

O governo irlandês “recomendou que o vison criado na Irlanda seja sacrificado para reduzir ou eliminar o risco”. 

A controversa decisão foi tomada apesar de até agora não ter sido detectado nenhum caso desta mutação no país. 

De acordo com a imprensa irlandesa, este pequeno país de 5 milhões de pessoas possui três fazendas de visons, onde vivem cerca de 100 mil desses mamíferos. 

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -