Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Irlanda também sacrificará seus visons após mutação do coronavírus

Irlanda também sacrificará seus visons após mutação do coronavírus
COMPARTILHE

Até agora, a Irlanda não detectou nenhum caso desta mutação encontra em visons.

O governo da Irlanda anunciou, nesta quinta-feira (19), que sacrificará os visons do país por medo de que sejam portadores de uma mutação do coronavírus transmissível aos humanos. 

A mutação em questão foi detectada na Dinamarca nesses pequenos mamíferos criados em fazendas pelas suas peles. 

Em um comunicado, o ministério da Agricultura afirmou que “continuar com a criação do vison representa um risco contínuo de que surjam novas variações” do vírus ligadas a este animal. 

O governo irlandês “recomendou que o vison criado na Irlanda seja sacrificado para reduzir ou eliminar o risco”. 

A controversa decisão foi tomada apesar de até agora não ter sido detectado nenhum caso desta mutação no país. 

De acordo com a imprensa irlandesa, este pequeno país de 5 milhões de pessoas possui três fazendas de visons, onde vivem cerca de 100 mil desses mamíferos. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
2 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Aparecido
Aparecido
5 dias atrás

É tem que acabar mesmo com os visons, afinal casacos de pele deles é coisa da burguesia, e burguês fede. Os coitados dos bichinhos é que vão pagar o pato pela peste chinesa. Hoje eles sacrificam os visons, amanhã ou depois, será a humanidade.

Andre
Andre
5 dias atrás

Affffff

Nem aconteceu ainda e já querem matar os bichos. “Humanidade” burra pra caramba.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE