Irmão de Requião devolverá R$ 26 milhões ao Porto de Paranaguá

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Vara da Fazenda Pública de Paranaguá seguiu entendimento do TCE, que encontrou uma série de irregularidades na gestão de Eduardo Requião.

A Justiça do Paraná determinou que o ex-superintendente do Porto de Paranaguá Eduardo Requião, irmão do senador Roberto Requião (MDB), devolva R$ 26 milhões para a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA).

A decisão é do juiz Rafael Kramer Braga, da Vara da Fazenda Pública de Paranaguá. Ele deu três dias para o pagamento da multa.

O juiz acatou uma ação movida pela administração atual do porto que, por sua vez, seguiu determinação do Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR).

 

Com informações da VEJA

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.