Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Israel condena clérigo muçulmano à prisão por incitar terrorismo

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Israel condena clérigo muçulmano a prisão por incitar terrorismo
COMPARTILHE

O clérigo incitou a violência durante alguns distúrbios com vítimas mortais ocorridos em 2017 em um local sagrado de Jerusalém.

Um tribunal de Israel condenou um clérigo muçulmano, nesta segunda-feira (10), a 28 meses de prisão por incitação ao terrorismo.

Raed Salah foi condenado por um tribunal de Haifa por “incitar o terrorismo” e “fazer apologia, simpatizar e encorajar o terrorismo”. 

As declarações do clérigo foram feitas depois que dois policiais israelenses foram mortos em um ataque ao complexo da mesquita de Haram Sharif, em Jerusalém Oriental. O local é chamado de Monte do Templo pelos judeus.

O ataque mortal, ocorrido em 14 de julho de 2017, neste local anexado por Israel, foi cometido por duas pessoas da cidade natal do clérigo, Umm al-Fahm.

Salah também foi condenado por “apoiar uma organização ilegal”, em mensagens postadas na rede social Facebook em 2015 e 2016, onde convocou seus seguidores a cometerem “atos de violência, ou de terrorismo”, informa a agência France-Presse.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.