Israel condena poetisa árabe por apoiar extremistas da Palestina

Um tribunal de Israel condenou uma poetisa árabe-israelense a cinco meses de prisão nesta terça-feira (31).

A mulher foi considerada culpada de incitação ao terrorismo por causa da publicação de um poema nas redes sociais durante uma onda de ataques palestinos.

Dareen Tatour, de 36 anos, publicou no Facebook e no YouTube um vídeo no qual lê o poema “Resista, Meu Povo, Resista” como trilha sonora de imagens de terroristas mascarados da Palestina atirando pedras e coquetéis molotov contra soldados de Israel.

Dareen publicou seu poema em outubro de 2015, durante onda de ataques fatais de palestinos usando facas, armas de fogo e carros contra israelenses. Ela foi presa alguns dias depois.

Procuradores israelenses disseram que sua postagem incitava violência, o que ela nega.

 

Adaptado da fonte Reuters Brasil
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia