Português   English   Español

Israel disposto a negociar zona desmilitarizada com a Síria, mas não permitirá bases do Irã no país

O líder da Síria, Bashar al-Assad, teria oferecido ao premiê de Israel um acordo abrangente que incluiria uma zona desmilitarizada na fronteira entre os países.

A proposta foi feita durante a visita surpresa de Assad à Rússia semana passada.

Damasco concorda com formação de uma zona desmilitarizada de até 40 quilômetros partindo das Colinas de Golã, mas somente se Israel não trabalhar para remover Assad do poder, o que contribuiria para instalação de um regime islâmico radical na Síria.

Após vencer a batalha contra Estado Islâmico e os jihadistas financiados pelo globalistas, o líder da Síria parece estar disposto a fazer concessões, realizar uma reforma constitucional e convocar eleições livres.

Putin teria ligado para Netanyahu e transmitido a mensagem. O primeiro-ministro israelense disse que estaria disposto a aceitar o acordo, mas lembrou que o objetivo de Israel de erradicar a presença do Irã e Hezbollah do país permanece intacto.

 

Com informações de: (1)
Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Assine nossa newsletter...

Inscreva seu e-mail para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Fique tranquilo(a), assim como você, odiamos spam :) Você poderá remover seu e-mail a qualquer momento.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

Veja também...