Israel fecha única passagem comercial com Gaza como alerta ao Hamas

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, advertiu nesta segunda-feira (9) que o governo israelense tratará o grupo terrorista palestino Hamas com dureza após o aumento da tensão em Gaza.

A primeira medida é o fechamento da Passagem de Kerem Shalom, a única para mercadorias que liga este país com a Faixa de Gaza.

“O objetivo é tratar o Hamas com mão dura imediatamente”, disse Netanyahu no Parlamento israelense, revelando que trabalha com o Ministério da Defesa no tema e anunciando que tomará outras medidas, apesar de não detalhar quais.

A organização terrorista Hamas qualificou de “novo crime contra a humanidade” a medida anunciada hoje e pediu à comunidade internacional que a impeça de ser colocada em prática.

A passagem de Gaza, sob bloqueio israelense desde 2007, permanecerá aberta para material humanitário, incluindo remédios e alimentos, de acordo com o Exército israelense, que confirmou a decisão recomendada pelo chefe do Estado Maior.

Em comunicado, as Forças de Defesa de Israel revelou:

Devido aos constantes incêndios provocados e outras tentativas de terrorismo, liderados pela organização terrorista Hamas, que explora e põe em perigo os moradores de Gaza. O primeiro-ministro e o ministro da Defesa aceitaram a recomendação do chefe do Estado maior de fechar o cruzamento de Kerem Shalom desde hoje.

Além disso, o perímetro de pesca permitido, que tinha sido ampliado para nove milhas náuticas durante a temporada alta, será reduzido novamente a partir de hoje para seis.

Conforme a nota, as medidas poderão aumentar se continuarem as mesmas condições e responsabilizou o Hamas, que governa de fato a região, das atividades na Faixa de Gaza e suas consequências.

 

Com informações de BOL

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.