Português   English   Español

Israel investe milhões para provar ligação dos judeus com Monte do Templo

Uma das “armas” dos palestinos para tentar anular a decisão de Trump sobre Jerusalém é o argumento de que não há ligação dos judeus com a cidade, em especial com o Monte do Templo.

A ministra da Cultura, Miri Regev, anunciou que a Autoridade de Antiguidades de Israel terá um orçamento de 70 milhões de dólares para escavações em muitos locais históricos de Jerusalém.

O objetivo é fortalecer, através de novas descobertas, os laços dos judeus com a cidade antiga. Obviamente, isso poderá gerar mais condenações por parte dos muçulmanos, que afirmam serem os legítimos donos da cidade que dominaram durante mais de 1500 anos.

Esse plano é uma iniciativa histórica, sendo a primeira vez que uma agência oficial do governo israelense realiza escavações de tamanho alcance na cidade declarada capital de Israel pelo rei Davi cerca de mil anos antes de Cristo.

Os documentos internos da Autoridade de Antiguidades de Israel, divulgados à imprensa apresentam o “Projeto Salém”, que cobrirá cinco anos de trabalho. A decisão de iniciar as escavações foi tomada em maio passado, mas ganhou novo impulso agora.

O presidente da Autoridade de Antiguidades, Israel Hasson, disse que o “projeto Salém” dará uma resposta adequada a qualquer pessoa que questione o direito de Israel sobre Jerusalém.

 

Com informações de: (1)

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter