Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Itália confisca navio de ONG transportando imigrantes ilegais

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Itália confisca navio de ONG transportando imigrantes ilegais

A embarcação da ONG foi recebida por diversos navios militares italianos após invadir águas territoriais.

O governo da Itália autorizou, neste domingo (7), o desembarque dos 41 imigrantes ilegais a bordo do veleiro “Alex”, da ONG italiana Mediterranea, mas confiscou a embarcação após o capitão ter infringido a lei que proíbe atracar nos portos do país.

No sábado (6), o barco forçou a entrada no porto de Lampedusa alegando que não haviam mais “condições higiênicas” toleráveis a bordo, dada a falta de instalações para comportar os migrantes e a tripulação.

Apesar de Salvini ter prometido anteriormente que não permitiria o desembarque, os migrantes pisaram no território italiano depois de ficarem quase seis horas a bordo do barco atracado em Lampedusa.

A medida só foi aprovada por conta da apreensão “penal preventiva” do veleiro e de uma investigação aberta contra a tripulação.

Por volta da meia-noite, as autoridades da Guarda de Finanças da Itália chegaram a bordo do Alex para realizar uma vistoria e anunciar que estavam apreendendo o navio e abrindo um inquérito contra o capitão por favorecimento à imigração ilegal.

Segundo Salvini, o barco de resgate não estava em dificuldades e, portanto, não precisava atracar na Itália, o que foi “uma das muitas mentiras das ONGs de esquerda”, informa a agência ANSA.

Esta é a segunda vez que uma embarcação humanitária desafia a política anti-imigração de Salvini, depois do caso da ONG alemã Sea Watch, da capitã Carola Rackete.

A Itália tem sido um dos principais destinos dos imigrantes ilegais que tentam chegar à Europa através da rota do Norte da África, principalmente da Líbia.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias